Pagina inicial

Lançamento do dia/Release Day : Roomates with Benefits by Nicole Williams

Lançamento do dia/Release Day
Roomates with Benefits by Nicole Williams

 #NewRelease #RoommatesWithBenefits #NicoleWilliams #OneClickIt


Sinopse/Synopis 

Soren Decker. Ele é a epítome do personagem "mau menino, bom menino". O melhor de dois mundos. O pior deles também. Ele é o tipo de cara que a maioria das meninas não se importaria de compartilhar um pequeno espaço, exceto que esse meu novo companheiro de quarto não é só diversão e abdômen definido.

Ele é mandão. Bagunçado. Pretensioso. Enfurecedor. Não acredita no espaço pessoal. Não tem escrúpulos sobre vagar pelo apartamento com uma toalha amarrada em torno de sua cintura. Parece estar sob a ilusão de que ele é meu protetor pessoal (e isso me irrita). Ele joga beisebol na faculdade e tem um emprego de meio período - não sei onde ele encontra tempo para me irritar.

Não temos nada em comum... exceto por uma coisa. Nossa atração um pelo outro. E em cem metros quadrados de espaço compartilhado, a tensão não muito espaço para crescer antes que um de nós ceda à tentação. Mas realmente, que chance um casal de jovens crianças perseguindo seus sonhos na cidade grande têm de realizá-los?


Já que Soren afirma que eu não sei nada sobre esportes (ele até pode ter um pouco de razão), isso é um começo para ele - um em um milhão. Essas são as nossas probabilidades.

*****

Soren Decker. He’s the epitome of the “bad boy, good man” persona. The best of both worlds. The worst of them too. He’s the type of guy most girls would not mind sharing a confined space with, except my new roommate isn’t all swagger and chiseled abs.

He’s bossy. Messy. Cocky. Infuriating. Doesn’t believe in personal space. Has no qualms about roaming the apartment with a loincloth-sized towel cinched around his waist. Seems under the delusion he’s my personal protector (refer back to infuriating). He plays college baseball and holds down a part-time job—I don’t know where he finds the time to get on my nerves.


We’re got nothing in common . . . except for one thing. Our attraction to one another. And in six hundred square feet of shared space, the tension only has so much room to grow before one of us gives in to temptation. But really, what chance do a couple of young kids chasing their dreams in the big city have of making it?

Since Soren claims I know squat about sports (he might have a semi-point), here’s a stat for him—one in a million. That’s our odds.


Nenhum comentário:

Postar um comentário