Pagina inicial

Capa Revelada/Cover Reveal : Devil by Ker Dukey

Capa Revelada/Cover Reveal
Devil by Ker Dukey

Sinopse/Synopis 

Evi Devil. 
Sim, esse é realmente meu nome. 
Percebi a ironia. 
Fui criada por duas almas malignas e tenho o nome para provar.
Amantes do diabo, pervertidos e assassinos. São todos os termos usados para descrever os pais que eu me recuso a lembrar. Minha mente não me permite. 
E por que eu iria querer? 
Uma pessoa nascida com sangue sujo correndo em suas veias não pode nunca ficar sem nenhuma tonalidade turna. 
Não importa o que eles tentam me contar sobre o que aconteceu no meu passado, minha mente me nega o acesso, então como saber se é verdade?
Como posso acreditar que nasci disso? 
Vislumbres do meu passado me perseguem, os gritos de terror ecoam na silenciosa escuridão da minha mente, tentando me fazer lembrar que minha mãe foi de quarto em quarto massacrando nossa família.
Aprendi com as cicatrizes que eu sofri abusos e que meu pai e irmãos não foram as únicas vitimas da minha mãe. 
Escuto o que eles falam. 
Leio as palavras impressas no papel. 
Nada disso me preparou para o que está por vir. 
Minha maior lição é aprender que algumas memórias são suprimidas por uma razão. 

***
Evi Devil. 
Yes, that’s really my name.
The irony is not lost on me.
I was created from two evil souls and have the name to prove it. 
Devil worshipers, perverts, murderer. Is all terms used to describe the parents I refuse to remember. My mind won’t allow me to. 
And why would I want to? 
One born of dirty blood running through her veins can never truly be clean from its murky hue. 
No matter what they try to tell me happened in my past, my mind denies me access, therefore how can I know it’s true? 
How can I believe that’s what I’m born from?
Glimpses of my past haunt me, the screams of terror echo in the silent darkness of my memories, trying to remind me that my Mother went from room to room butchering our family. 
I’ve learned from scars that I suffered abuse and that my Father and siblings weren’t my Mother’s only victims. 
Hearing what they tell me.
Reading the words printed in the papers. None of it can prepare me for what’s to come. 
My biggest lesson is learning that some memories we suppress for a reason

Nenhum comentário:

Postar um comentário